Loading...

Mais mulheres estão tentando entrar no mercado de trabalho após a crise de 2014

Segundo um levantamento realizado pela pesquisadora Thais Barcellos, do IDados, desde a crise de 2014 mais mulheres estão tentando entrar no mercado de trabalho. Do terceiro trimestre de 2014 para o terceiro trimestre de 2018, foram 4 milhões de mulheres a mais buscando emprego.

“Na crise, mulheres e homens foram afetados pelo desemprego. Mas, enquanto as mulheres têm se mostrado mais persistentes na procura, os homens têm ido para a inatividade”, diz Thaís Barcellos.

Os dados estão em reportagem do O Globo, na editoria de Economia, do domingo, 25 de novembro. Confira no link ou abaixo:

Fique bem informado

Receba novidades do IDados no seu e-mail.