Loading...

IDados estima aumento do PIB a partir de um melhor aproveitamento da força de trabalho

Em nota divulgada no último domingo, 17 de dezembro, para sua coluna no jornal O Globo, Ancelmo Gois chamou atenção para o levantamento do IDados sobre um possível cenário de aumento do PIB caso os trabalhadores brasileiros desocupados e subocupados conseguissem um emprego de 40 horas semanais. Confira:

Força de trabalho

O PIB do Brasil poderia crescer R$ 504 bilhões (9,8% a mais) se todos os desempregados conseguissem um emprego de 40 horas semanais. Os números, do IDados, levam em conta a PNAD e os PIBs estaduais.

Já se os trabalhadores subocupados tivessem a chance de trabalhar 40 horas semanais, o PIB aumentaria 1,9%, ou R$ 97 bilhões. Somando-se os dois casos, ou seja, com um “pleno uso” da força de trabalho, nosso PIB seria R$ 600 bilhões maior (11,6%).

Segue…

Em estados como a Bahia, chegaria a 20,5%. Já o PIB do Rio poderia ser 10% maior e o de São Paulo, 12,3%.”

Para ler na íntegra, clique aqui.

Fique bem informado

Receba novidades do IDados no seu e-mail.