Escolha ocupacional e transição no Brasil Metropolitano: uma análise com ênfase no setor informal

Este artigo avalia quem são os indivíduos que se inserem como trabalhadores informais e verifica quem apresenta maior chance de sair do setor. Os resultados indicam que os mais escolarizados tem maior probabilidade de inserção como empregados sem carteira, desempregado ou inativo do que como informal.

 

Hirata, G. I.; Machado, A. F. (2010). Escolha ocupacional e transição no Brasil metropolitano: uma análise com ênfase no setor informal. Revista Economia Aplicada, vol.14, n.4.

Acesse a publicação

Compartilhe este Artigo

Se você gostou desse artigo, por favor, tome um segundo para compartilhá-lo.

Assuntos relacionados

Comente

Deixe uma resposta