Loading...

Blog

Qual faculdade agrega mais valor para os alunos?

Por Thaís Barcellos, pesquisadora do IDados

 

Valor agregado: definição e método

Há várias formas de estimar o valor agregado da educação. Uma delas é o salário que as pessoas ganham antes e depois de um determinado curso. Outra é a probabilidade de conseguir emprego ou conseguir emprego melhor e mais rapidamente do que outros. Uma terceira é estimar o ganho de conhecimentos. O cruzamento dos dados do ENEM com os resultados do ENADE permite fazer essa estimativa.

A metodologia usada se chama IDD – Indicador da Diferença entre os Desempenhos –, uma medida que varia de 0 a 5 por curso. Comparamos o desempenho esperado, com base na nota do ENEM, e o desempenho observado, com base na nota do ENADE (que é ponderada: 75% para a prova de componente específico e 25% para a prova de conhecimento geral).

Resultados

Baseada nos resultados das provas do ENADE em 2014 e 2015, a base de dados abrange 1.917 universidades, sendo 254 públicas e 1.663 privadas. Foram avaliados 68 diferentes cursos. Alguns resultados são comentados a seguir, e o leitor interessado pode fazer os cruzamentos que desejar no gráfico apresentado.

O gráfico mostra o desempenho dos cursos com a nota bruta do ENADE e o IDD. Os filtros permitem selecionar entre a rede pública ou privada e o curso avaliado. Também é possível fazer uma busca por nome da instituição de ensino. Todos os filtros podem ser ordenados.

Cerca de 60% dos cursos de faculdades públicas avaliados pelo ENADE apresentam um IDD melhor que os mesmos cursos em faculdades privadas. São as faculdades públicas também que, em 90% dos casos, recebem os melhores alunos avaliados pelo ENEM, considerando a nota média por curso.

O curso com IDD mais alto (média entre todas as faculdades) é Teologia (3,9), seguido de Relações Internacionais (3,6), Geografia Licenciatura e Psicologia (ambos com 3,5). O desempenho desses cursos foi parecido em faculdades públicas e privadas.

Já os cursos que menos agregam valor ao aluno são Física Licenciatura (1,5), Engenharia Elétrica (1,3), Português Bacharelado (1,3) e Arquitetura e Urbanismo (0,8). Nesses casos, o desempenho das faculdades públicas é melhor que o das privadas, com exceção para o curso de Arquitetura e Urbanismo.

É importante notar que, apesar de o IDD ser um indicador do MEC que tem por finalidade avaliar a capacidade da instituição de Ensino Superior transferir conhecimento ao aluno ao longo do curso, um dos instrumentos utilizados é o ENADE, que, muitas vezes, não é feito com muito rigor pelos alunos. Cabe, portanto, uma interpretação cuidadosa dos resultados apresentados.

Comente

Deixe uma resposta

Fique bem informado

Receba novidades do IDados no seu e-mail.