Loading...

Blog

Presença feminina cada vez maior no ensino superior

Por Talita Mereb, pesquisadora do IDados

Em um post anterior, apresentamos a evolução da participação de jovens brancos e negros no ensino superior brasileiro. Este post analisa a evolução do percentual de jovens homens e mulheres de 18 a 24 anos no ensino superior.

A figura abaixo mostra que o percentual de jovens mulheres na universidade é, ao longo de toda a série histórica, maior que o de homens. O percentual de jovens frequentando o ensino superior aumentou nos dois grupos entre 1992 e 2017. Entretanto, no grupo de mulheres, o aumento foi maior do que 16 pontos percentuais, passando de 4,9% para 21,7%, enquanto que, entre os homens, o aumento foi pouco maior do que 12 pontos percentuais, passando de 4,2% para 16,6%. Assim, durante as últimas décadas, aumentou a desigualdade de gênero no ensino superior: a taxa líquida de matrículas nos dois grupos cresceu substancialmente, mas, no caso das mulheres, a aceleração foi mais elevada.

Figura 1 – Taxa líquida de matrículas no Ensino Superior por jovens de 18 a 24 anos, por gênero – Brasil 1992 a 2017

 

grafico

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =

Fique bem informado

Receba novidades do IDados no seu e-mail.