Loading...

Blog

Os desempenhos das redes públicas dos municípios no ENEM e na Prova Brasil

Por Talita Mereb, pesquisadora do IDados

O objetivo deste post é analisar se o desempenho das redes públicas nos municípios (incluindo as redes públicas estaduais, municipais e federais) foi parecido nas últimas edições do ENEM e no SAEB (Prova Brasil). Em outras palavras: os melhores desempenhos na Prova Brasil são acompanhados por melhores desempenhos no ENEM?

O Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) foi criado em 1990 e avaliou, de 1997 a 2015, o 3º ano do Ensino Médio por meio de amostras. Em 2017, o Inep avaliou o desempenho, no 3º ano, de todas as escolas públicas que ofertavam o Ensino Médio com 10 ou mais alunos. Com essa novidade, os novos resultados permitiram observar o desempenho médio dos alunos em Matemática em 5.278 municípios.

A Figura 1 apresenta a nota média em Matemática no 3º ano do Ensino Médio das redes públicas dos municípios na Prova Brasil e dos concluintes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no mesmo ano de 2017. [1]

O gráfico permite observar que há uma relação positiva entre os dois desempenhos: municípios que apresentam melhores (ou piores) resultados no ENEM costumam apresentar melhores (ou piores) resultados na Prova Brasil.

O ENEM foi criado com o objetivo de avaliar o Ensino Médio. Com o tempo, no entanto, passou a ser adotado por muitas instituições de ensino superior em seus processos de admissão. Por essa razão, é alta a possibilidade de que a amostra de alunos que prestam o exame seja diferente daquela que faz a Prova Brasil.

O desempenho na Prova Brasil, por outro lado, não tem consequências para o aluno, o que pode fazer com que o exame seja feito sem a mesma dedicação.

Contudo, apesar dos resultados caminharem juntos nos dois exames, entre os 53 municípios (1%) com melhores resultados, apenas 11 aparecem nas duas avaliações: Harmonia (RS), São José do Inhacorá (RS), Vanini (RS), Novo Machado (RS), Caiçara (RS), Coronel Pilar (RS), Feliz (RS), Itá (SC), Cruzeiro do Iguaçu (PR), Dores do Turvo (MG) e Cocal dos Alves(PI).

Figura 1 – Média das notas em Matemática do 3º ano na Prova Brasil e ENEM por rede pública dos municípios – Brasil, 2017

Se as duas provas têm, na prática, objetivos semelhantes, seria de se esperar que os resultados também fossem semelhantes. Por outro lado, as amostras de alunos possivelmente são diferentes, bem como os incentivos. Considerando essa realidade, caberia perguntar:

. Se efetivamente a correlação é tão elevada, não seria menos custoso termos apenas um exame ao invés de dois?

. A diferença na composição dos alunos que realizam as duas provas não deveria levar a resultados diferentes?

. A ausência de incentivos no caso da Prova Brasil não promoveu diferenças nos desempenhos em ambos os exames. Por que?

[1] A Prova Brasil é o nome popular da avaliação das escolas públicas realizada pelo Saeb.

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 1 =

Fique bem informado

Receba novidades do IDados no seu e-mail.