Loading...

Blog

Distância entre o rendimento médio do trabalhador brasileiro e o salário mínimo está diminuindo

Este post analisa se houve um achatamento do rendimento médio do trabalhador brasileiro em relação ao salário mínimo no período entre 2012 e 2018.

Os dados são provenientes da PNAD-Contínua Trimestral, deflacionados pelo IPCA médio do trimestre. Foram utilizados os rendimentos mensais provenientes de todos os trabalhos, e incluída toda a população ocupada.

O primeiro gráfico abaixo apresenta a diferença entre o rendimento médio da população ocupada e o salário mínimo vigente no ano.

O que vemos é que entre o 1º trimestre de 2012 e o 4º trimestre de 2015, os trabalhadores recebiam em média R$ 1.000,00 acima do salário mínimo (em valores de junho de 2018). A partir de 2016, essa diferença cai, passando a ser próxima de R$ 950,00.

Isso significa que a distância entre o rendimento médio do trabalhador brasileiro e o salário mínimo está diminuindo.



No período analisado, o salário mínimo real cresceu 8% e os rendimento médios dos trabalhadores cresceram somente 3%. Com isso, diminuiu a distância entre os dois.

A mudança de tendência fica ainda mais clara no Gráfico 2.

Notamos que desde 2012 havia um aumento da proporção da população com rendimentos superiores ao salário mínimo.

A partir de 2016, essa proporção cai e se mantém em patamares mais baixos. Era de 68% no segundo trimestre de 2012, passou a ser de 73% no segundo semestre de 2015 e caiu para 71% no segundo semestre de 2018.


Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =

Fique bem informado

Receba novidades do IDados no seu e-mail.