Loading...

A diferença salarial entre Executivo, Legislativo, Judiciário e iniciativas privadas é pauta do Valor Econômico

Um levantamento realizado pela pesquisadora do IDados, Thais Barcellos, apontou que o salário médio cresce 3 vezes mais no Executivo do que em empresas desde 1999. E crescem ainda mais no Legislativo e no Judiciário.

Com o índice de rendimento mais alto, o Judiciário teve a média salarial avaliada em R$ 2.518,41 em 1999 e subiu para R$ 3.763,48 no ano passado. No Legislativo, a média foi de R$ 4.504,83 para R$ 5.992,46 no mesmo período, enquanto no Judiciário o salto foi de R$ 8.912,72 para R$ 12.157,88. Na iniciativa privada, um funcionário ganhava cerca de R$ 1.991,86 em 1999, valor que subiu para R$ 2.271,91 em 2017.

Os salários do Judiciário, segundo Thaís Barcellos, são maiores do que dos outros dois poderes por serem “funções mais específicas e que demandam nível maior de escolaridade, por isso, os rendimentos são maiores. O poder Executivo é mais heterogêneo”, afirma.

Os dados são pauta de uma matéria na Revista Exame, do dia 19 de dezembro. Confira aqui a matéria completa:

Salário médio cresce 3 vezes mais no Executivo do que em empresas desde 99

Fique bem informado

Receba novidades do IDados no seu e-mail.